AUDIOLOGIA AMBULATORIAL

Avaliação Audiológica

A avaliação auditiva deve ser realizada periodicamente durante todo o crescimento do individuo, pois uma perda auditiva pode se instalar a qualquer momento desde antes do nascimento e prejudicar muito a vida social de uma pessoa.

Os testes de audição ajudam a detectar a perda auditiva, determinam o tipo, o grau, a configuração e auxiliam na busca da possível causa do comprometimento auditivo.

Avaliações Realizadas

  • Audiometria Tonal Liminar;
  • Logoaudiometria;
  • Medidas da Imitância Acústica;
  • Pesquisa do Reflexo Acústico;
  • Avaliação do comportamento auditivo da criança;
  • Pesquisa da Função Tubária;
  • Avaliação dos transtornos no processamento auditivo;
  • Manobras Vestibulares;
  • Indicação e Adaptação de Aparelhos Auditivos.
audiologia ambulatorial

Triagem Auditiva Neonatal (Teste da Orelhinha)

Mensagem aos Pais

O teste da orelhinha é imprescindível para todos os bebês. É uma avaliação simples, rápida e sem dor. Normalmente é realizado com o bebê dormindo em sono natural, não tem contra indicações e dura em torno de 10 minutos. Este teste deve ser realizado no segundo ou terceiro dia de vida do bebê.

A avaliação

Emissões Otoacústicas são sons provenientes da orelha interna (cóclea), responsável pela audição, que são captadas após receber um estímulo sonoro.

Como as emissões Otoacústicas estão presentes em todas as orelhas com funcionamento normal, quando o bebê apresenta algum comprometimento auditivo, elas estão ausentes.

Alerta ...

Qualquer bebê pode apresentar problema auditivo ao nascer ou adquiri-lo nos primeiros anos de vida, mesmo que não tenha fator de risco aparente.

A incidência de perda auditiva em bebês é considerável, se for comparada com anemia Falsiforme e Hipotireodismo. Estatísticas indicam que em cada 1.000 bebês, de 3 a 6 apresenta algum tipo de perda auditiva (JCIH-94), já Hipotireodismo e anemia Falsiforme é de 3 em 10.000.

triagem auditiva neonatal